Link

Um Buzão pra África?

Por: Wilson Albino Pereira

Um dia, no centro de Belo Horizonte, li “ÁFRICA” no letreiro de um ônibus. Endoidei! Meu Deus, pensei, como é que um coletivo saído de Beagá vai parar lá onde Judas perdeu o juízo? Porém, meu espanto chegou ao fim quando o “buzão” estacionou para embarque. O destino era FÁBRICA, não África como imaginara. Às vezes, ainda comento a respeito disso com alguns amigos e rimos muito. Daí, explico as circunstâncias do ocorrido – passava de 23h, e,eu estavava acordado desde 4h da madruga, o ponto estava apinhado, chovia, eu estava faminto, e o centro, para variar, tornara-se um pandemônio… É necessário acrescentar, além de tudo isso, cinco graus e meio de miopia em cada olho. A propósito: visualizar pedaços de tardes e noites como sendo, respectivamente, doses generosas de Claude Monet ou Vincent Van Gogh é uma das recompensas  por ser míope. Outra glória é a seguinte: se desejo  que alguém suma, imediatamente, das minhas vistas, basta tirar os óculos…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s