Os Dois

Capítulo 6

Labaredas

A primeira vez que os dois se viram refletidos um no olhar do outro também foi a primeira vez que se sentiram num braseiro. Pensaram em vão que era por causa do tempo abafadiço, mormacento… Bem-aventurado engano.

Mutuamente os corações aceleraram, as bocas ficaram secas e os olhares vidraram. Brotaram nas mentes os bentos pecados. Em outras palavras, era paixão, aquela labareda que, uma vez alastrada incendeia a alma e o resto.

Enquanto se perdia e se achava naquele negríssimo olhar, falou consigo: “Quero essa mulher só pra mim, Deus”.

Ela fingia tranquilidade… Mas, estava à beira do desespero sem entender o sentimento que sentia. E, quando ela se preparou para repetir a mais rotineira das respostas, ou seja: “o custo do programa etc, etc,” aí, de supetão ele perguntou:

Quer morar comigo???

img_20160523_064125.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s